Páginas

13 de outubro de 2010

História do Zoroastrismo

Zoroatrismo é o nome da religião fundada pelo profeta persa Zoroastro. A bíblia do Zoroastrismo é o Zend-Avesta ou Avesta. Os primeiros Gathas (partes) contêm as preces de Zoroastro ao único Deus, Ahura-Mazda. Ele fala "como amigo a Amigo". O Deus dos Gathas tem seis nomes: Bom Pensamento, Beleza da Santidade, Virtude, Saúde Perfeita, Domínio e Imortalidade. Zoroastro ensina que mesmo os maus são finalmente salvos. Os virtuosos vão direto para o paraíso, e os maus purificam-se primeiro no inferno. Os Gathas pregam que as maiores virtudes são pensamentos puros, boas obras e atos corretos. O maior mal é a mentira.
 
É provável que os últimos poemas e textos do Avesta sejam obra de sacerdotes ou antigos cantores. Eles acreditam no Deus único de Zoroastro, mas cantam também às forças da natureza. A parte do Avesta chamada Vendidad trata das leis da religião. Contém algumas das melhores leis sobre higiêne existentes antes da medicina moderna.
 
Há uma série de pequenas seitas de zoroastristas. Uma delas é um grupo de adoradores do fogo no Irã, chamados guebros. Hoje a religião conta com cerca de 200.000 seguidores, basicamente no Irã, EUA, Canadá e Índia.
Postar um comentário